rodrigo_fernandes_youtube_free_big_fixed
Rodrigo Fernandes


O apelo dos internautas não surtiu efeito, e Rodrigo Fernandes, conhecido como Jacaré Banguela, segue no time de colaboradores do Programa Eliana, do SBT. O humorista foi acusado de racismo nas redes sociais após fazer uma piada, comparando o cantor Jaden Smith, filho de Will Smith, com um flanelinha. Neste domingo (22), ele participará normalmente do quadro Famosos da Internet, do qual é jurado.

"Ele não foi vetado e seguirá fazendo suas participações mensais no Programa Eliana", confirmou a assessoria de imprensa do SBT.

O programa que irá ao ar neste domingo já havia sido gravado antes de Fernandes despertar a ira dos internautas. Na terça-feira (17), ele fez uma piada sobre uma foto em que Jaden Smith aparece ao lado do pai no estádio em que foi realizada a última partida da Copa do Mundo da Rússia.

"Tenho quase certeza que o filho do Will Smith me pediu dinheiro ontem na esquina da rua Haddock Lobo dizendo que tava olhando o meu carro", escreveu no Twitter após ver a foto.

O comentário, tido como preconceituoso, fez seu apelido, Jacaré Banguela, figurar entre os assuntos mais comentados na rede social. Rapidamente, os internautas fizeram uma busca no histórico de publicações do humorista e resgataram outras mensagens de cunho racista.

Por conta disso, iniciou-se um apelo coletivo para que o SBT vetasse Fernandes do Programa Eliana. Mas o chamado não foi atendido. A justificativa da empresa de Silvio Santos para casos como o de Rodrigo Fernandes é que a opinião não foi emitida no SBT e tampouco faz referência à emissora.

Jacaré Banguela deletou a mensagem após um amigo pessoal, negro e dono de uma agência de publicidade que já o contratou para campanhas, alertar que sua tentativa de piada tinha teor preconceituoso.

"Bem, o que eu fiz tá feito e apagado. Agora o julgamento é com vocês. Discordo de algumas opiniões, mas o espaço está aberto e o debate sempre será livre", postou.