balancogerasp-gottino-reipert_91159cce19
Reinaldo Gottino e Fabíola Reipert 

Em gravação do quadro "Jogo das Três Pistas" no dia 23 de julho, Silvio Santos disse em tom de brincadeira que contrataria Reinado Gottino, Fabíola Reipert e Luiz Bacci para o SBT.

O jogo teve participação de Leo Dias e Reipert, devidamente liberada pela RecordTV.

A atração ainda não foi ao ar, mas continua repercutindo nos interiores do SBT, mesmo após ter se passado três semanas. Soma-se ao fato que é do perfil de Silvio Santos anunciar estratégias de programação brincando com o auditório. Ninguém sabe quando é só brincadeira ou um comentário revelando uma intenção real.

Mas caso o dono do SBT decida desfalcar a concorrência, ele não vai precisar desembolsar milhões para rescindir o contrato de Gottino e Fabíola Reipert.

Segundo apurado por esta coluna do NaTelinha, os apresentadores do "Balanço Geral" são contratados no regime de CLT com a emissora de Macedo. Se decidirem migrar para a concorrência, precisariam apenas cumprir aviso prévio.

Geralmente, os artistas possuem um vínculo de pessoa jurídica (PJ) com as TVs. Neste caso, o contrato assinado determina o período da prestação de serviço e prevê uma multa milionária, caso o documento seja rescindido antes da data estabelecida do seu encerramento.

Com isso, Silvio Santos pode levar Reinado Gottino e Fabíola Reipert sem pagar multa milionária para a Record TV.

No caso de Luiz Bacci, é diferente. O menino de ouro possui um vínculo no formato de PJ. Para levá-lo, o dono do Baú teria que aguardar até o início de 2019, quando encerra seu atual contrato, ou pagar uma alta multa para a concorrente.

Apurado pela coluna, dentro do SBT existe uma discussão em torno do impacto comercial destas contratações. Além disso, acredita-se que para conseguir tirar os dois astros das tardes da Record TV, Silvio teria que acenar com um volumoso salário e uma garantia de estabilidade dentro da emissora.