A nove dias do fim do contrato atual, Disney e SBT ainda estão em uma última rodada de negociações na tentativa de renovação do acordo atual, pelo qual o SBT vende diariamente duas horas de sua grade para o gigante norte-americano de mídia.
 
A renovação é de interesse das duas partes, mas muito mais por parte do SBT. 
 
A explicação e bem simples: sem o "Mundo Disney" o SBT pode perder um faturamento estimado em até R$ 200 milhões anuais.
 
Esse seria o valor estimado que a Disney vem desembolsando à emissora de Silvio Santos nos últimos três anos. 

Parece muito, mas, para efeitos de comparação, estima-se que só a igreja de R.R. Soares pague cerca de R$ 100 milhões anuais à Band pela compra de horários na grade.

E a Band, lembremos, é bem menor que o SBT em audiência e público. 

Procurada pela coluna "Ooops" da UOL, o SBT informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que só vai se manifestar a respeito do assunto no próximo dia 31, data em que termina o contrato. Segundo a assessoria “nada ainda foi decidido”