Aguinaldo Silva entrou com uma ação na Justiça do Rio de Janeiro, na segunda-feira, contra o portal de notícias UOL. Aguinaldo pede uma indenização por danos morais de R$ 500 mil e a retirada de publicações que ele considera “inverídicas e ofensivas” do site “NaTelinha”, hospedado no portal, sobre seu trabalho na novela “O Sétimo Guardião”, da TV Globo.

Aguinaldo alega que são mentirosas as reportagens publicadas no site. As matérias apontam que a Globo teria determinado uma intervenção na novela devido à suposta baixa audiência. Essas reportagens informam que outro autor, o diretor de gênero de Dramaturgia da emissora, Silvio de Abreu, passou a reescrever a novela.

Para a defesa de Aguinaldo, as publicações são “grotescas, mentirosas e levianas” e causam danos à imagem, reputação e honra do autor.

Além da remoção das reportagens em 24 horas, a defesa também pede que o veículo se abstenha de produzir novas matérias sobre o autor e a novela, e a cobrança de multa de R$ 5 mil para cada dia de descumprimento da medida.