Foto: TV Globo.


Para enfrentar a concorrência cada vez mais acirrada do SBT e Record TV no período da manhã e tarde, a Globo está montando uma "super faixa" ao vivo para sua nova programação, que estreia em abril. Seria uma ampliação em torno de 30% da atual grade diária.

A intenção seria começar durante a madrugada com o "Hora 1", às 4h, e terminar somente no final da tarde. A nova estratégia de programação iria apostar no jornalismo e entretenimento, além de aumentar espaço para programas regionais. Por este motivo, o canal estuda acabar com a "Sessão da Tarde".

As mudanças que ocorrem a partir desta segunda-feira (21), tendo a ampliação do "Bom Dia Praça" em meia hora, antes do "Bom Dia Brasil", e a estreia do "Álbum da Grande Família", antecedendo o "Vale a Pena Ver de Novo", na verdade seria um ensaio do que a Globo vem arquitetando para enfrentar o crescimento do SBT e Record TV em algumas faixas.

Todas as alterações estariam sendo pautadas após mensurar pesquisas comportamentais de mercado. Os resultados teriam indicado uma tendência entre os telespectadores, para programas regionais e simpatia por um produto de humor no fim da tarde.

Os números alcançados pelo "Álbum da Grande Família" irão definir o futuro desta faixa. Se der certo, a Globo passaria a apostar em produtos inéditos para o horário. 

Ainda não está definido qual produto da manhã, entre "Mais Você" e "Encontro", migraria para a faixa da tarde da emissora, embora o programa de Fátima Bernardes estaria sendo o mais cotado. Seja qual for o escolhido, ambos sofreriam alguns ajustes em seu formato para se adequar ao novo horário.

Além disso, a estreia de Fernanda Gentil à frente de um programa de entretenimento começa a ganhar forma na emissora. Nesta última semana, o jornalista Ricardo Feltrin publicou que a diretora do "Amor & Sexo", Dani Gleiser, foi escalada para formatar a nova aposta diária da grade. O NaTelinha apurou que a primeira intenção é colocá-la no período da manhã.

Com essa estratégia, a Globo seguiria uma tendência adotada nos últimos anos pela televisão americana. A rede ABC, do grupo Disney, como exemplo, dedica atualmente em torno de 15 horas diárias, em sequência, levando-se em conta os espaços regionais, com programação ao vivo. O carro-chefe é o tradicional "Good Morning America".