No ar desde janeiro na faixa das 19h, a novela “Verão 90” reverteu a queda de audiência herdada com as semanas finais de “O Tempo Não Para” e viu seus índices crescerem durante os seus primeiros 51 capítulos na Grande São Paulo. Mesmo com o ponto positivo, o folhetim acumula a menor média do horário em quatro anos.

A trama escrita por Izabel de Oliveira e Paula Amaral fecha as nove semanas com 24,1 pontos de média, abaixo dos 25 pontos estipulados pela emissora. No comparativo, “Verão 90” supera “Totalmente Demais” (23,3), “Rock Story” (23,2), “Tempos Modernos” (22,5), “Guerra dos Sexos” (22,0), “Alto Astral” (20,7), “Geração Brasil” (20,2) e “Além do Horizonte” (18,1) no mesmo período de exibição. A trama fica atrás de “Sangue Bom” (24,5), “I Love Paraisópolis” (24,4), “Deus Salve o Rei” (25,5), “Morde e Assopra” (26,4), “Haja Coração” (27,0), “Aquele Beijo” (26,2), “Pega Pega” (28,3), “O Tempo Não Para” (26,8), “Ti Ti Ti” (28,1) e “Cheias de Charme” (30,1), entre as novelas exibidas desde 2010.

O crescimento de “Verão 90” é perceptível se comparar com o último mês de “O Tempo Não Para”, no qual o folhetim teve apenas 21,7 (22) pontos na média. A atual trama das 19h, dirigida por Jorge Fernando, acumula até o momento 24 pontos.

Pelo Brasil, o melhor desempenho de “Verão 90” é em Belém, onde acumula 34 pontos. Em seguida, Recife (28) e Florianópolis (26).

Segundo dados obtidos pelo Telemaniacos os 51 capítulos exibidos até agora acumula 24,1 pontos, e já supera seis antecessoras na média geral: “Guerra do Sexos” (22,8), “Além do Horizonte” (19,7), “Geração Brasil” (19,4), “Alto Astral” (22,1), “I Love Paraisópolis” (23,5) e “O Tempo não Para” (com 24,0 pontos).