O jornalista Renato Lombardi, 73 anos, integrante do "Balanço Geral" na Record, foi fazer um cateterismo (procedimento médico para identificar e tratar doenças do coração) e o que era para ser algo simples se revelou mais grave.
Lombardi terá que fazer uma cirurgia de ponte de safena (revascularização do miocárdio) e ficará ao menos 10 dias afastado do trabalho.
Em um exame de rotina descobriu-se a necessidade do cateterismo. E no cateterismo descobriu-se a necessidade de safena.
De acordo com o apurado, os médicos revelaram que o profissional "deu muita sorte".
A cirurgia é indicada em casos nos quais a realização de angioplastia com stent, que é uma pequena rede que ajuda a dilatar o vaso sanguíneo, não seria suficiente para impedir o risco de infarto e garantir o funcionamento do coração.
Italiano radicado no Brasil desde os 7 anos de idade, Lombardi é um dos nossos grandes repórteres policiais e, desde 2009, atua como comentarista de segurança da Record.
Antes, teve passagens por Notícias Populares, O Globo, O Estado de São Paulo, TV Bandeirantes e TV Cultura, entre outros.