A youtuber Vitoria Castro resolveu denunciar que foi vítima de um estupro durante um cruzeiro promovido por uma marca de acessórios.

Em um vídeo publicado em seu canal no Youtube, ela relata em detalhes o que aconteceu.

"O menino da cabine, sem ser o meu amigo, estava de bermuda e sem camisa. Ele estava provocando. Ele abaixava a bermuda e estava provocando. Teve uma hora que ele tirou o short e ficou pelado na nossa frente... Por fim, ele pegou a toalha e enrolou no corpo e foi tomar banho", iniciu ela.

Segundo ela, a situação foi fugindo de controle.

"O menino que estava na cabine, eu não posso citar nomes então fica meio complicado, ele saiu e me deixou com o cara. Depois eu perguntei por que ele havia saído e disse que estava sentindo um clima entre a gente, só que foi um clima só da parte do cara. Ficou só eu e ele na cabine. Eu estava sentada mexendo no celular e ele me deitou e ficou chegando muito perto do meu rosto. E eu virava o rosto, ele perguntava o porquê, e eu dizia que não podia. Mas ele chegava cada vez mais perto do meu rosto e por fim ele me beijou. E depois só lembro da cena da gente em pé".

"Eu comecei a falar 'para, para, deixa eu ir embora'. E ele falava 'não'. E eu não conseguia sair porque ele estava me prendendo na cama. E eu ficava 'para'. Ele estava me prendendo com a perna, jogando o peso dele para cima de mim. Depois eu me dei conta que eu estava sendo estuprada eu comecei a chorar e ele não parava, ele não me deixava sair, eu já tinha pedido para ele parar e ele só falava não. E parecia que, quanto mais eu fazia isso (tentava fugir), mais ele gostava".

A youtuber conta que resolveu tornar a história pública porque precisa alertar outras meninas. "Eu estou gravando esse vídeo porque não consegui denunciar e eu queria usar a influência que eu tenho para alertar algumas garotas e quem sabe conseguir justiça. Esse cara é um ex-BBB e ele não tem um histórico muito legal. Eu andei pesquisando sobre ele".