Márcia Dantas (repórter do SBT) / Foto: Divulgação SBT.

Após sofrer uma tentativa de furto enquanto realizava uma transmissão ao vivo para o programa "Fofocalizando", do SBT, sobre o velório do cantor Gabriel Diniz, em João Pessoa (PB), a jornalista Márcia Dantas disse hoje que o indivíduo que chegou a pegar o seu celular continua preso.

"O nome desse homem é Geraldo Martins Dia. Ele foi preso e negou todas as informações. Ele disse que meu celular tinha caído e ele tinha me ajudado pegando o celular. Olha a cara de pau desse homem. Eu disse que tenho certeza que ele puxou meu celular. O delegado disse que ele foi autuado por tentativa de furto e como é reincidente ele pode ficar preso. Vai depender do juiz decidir se ele vai ser mantido preso ou não", afirmou a repórter no telejornal "Primeiro Impacto".

Segundo ela, a polícia civil a informou que o homem já havia praticado crimes semelhantes.
 
"Há 10 dias ele foi preso numa cidade do interior da Paraíba. Sabe o que ele estava fazendo? Estava com mais de 40 celulares roubados. Ele foi preso por receptação. Ele estava acostumado a roubar celular e depois revender", afirmou Dantas, que prestou boletim de ocorrência ontem.

A jornalista passava as últimas informações sobre o velório de Gabriel Diniz quando foi surpreendida pelo suspeito que tentou arrancar o celular do bolso de trás da calça.

"Na hora que eu senti uma mão puxando meu bolso de trás a minha primeira reação foi gritar. Quem é que não gritaria ao ver alguém puxar o celular do bolso de trás? Se eu não gritasse ele teria levado o celular. Foi uma reação de desespero", explicou.

Sem conseguir pegar o celular da repórter, o suspeito tentou sair do local, mas foi contido por populares. No estúdio, os apresentadores do programa reagiram indignados com a cena. "É um safado que não respeita nem o trabalho dos outros", disse a apresentadora Lívia Andrade, irritada.