‘Aruanas’ é lançada em Nova York

Marcos Nisti, Taís Araújo e Estela Renner / Foto: Divulgação TV Globo.


Depois do sucesso da première em Londres, ‘Aruanas’ chega a Nova York em uma noite que lotou o emblemático Angelika Film Centre nesta segunda-feira, dia 24 de junho. Entre os convidados, o clima era de comoção pela temática atual e oportuna apresentada pela série. Com 10 episódios, ‘Aruanas’ mostra a importância dos defensores do meio ambiente, que arriscam suas vidas pela justiça, igualdade e por um mundo mais sustentável para as gerações futuras.

“Foi uma honra participar da série. Tivemos um roteiro cheio de conflitos, emoções e dramas, todos os ingredientes que uma narrativa precisa para ser um sucesso. A história dessas quatro mulheres fez eu me sentir mais corajosa, mais forte e mais segura para convidar o mundo a se juntar a nós e aos nossos personagens nessa aventura de manter a floresta e sua biodiversidade vivas para as gerações que virão”, diz Taís Araújo, que integra o elenco ao lado de Debora Falabella, Leandra Leal, Camila Pitanga e Thainá Duarte.

O lançamento contou com a presença de organizações internacionais que são referência na área de Meio Ambiente e Direitos Humanos, além de jornalistas e influenciadores. Entre eles, a presidente da Assembleia Geral da ONU, María Fernanda Espinosa Garcés. “Todas nós devemos ser uma Aruana, sentinelas de nossas florestas. A série mostra a força e a determinação de mulheres, e a necessidade de que todos se envolvam com sustentabilidade – que vivam uma vida com dignidade baseada em generosidade com o outro e com outras espécies de nosso planeta”.

Taís Araújo no Angelika Film Center, em NY / Foto: Divulgação TV Globo.


Em uma articulação inédita, ‘Aruanas’ está mobilizando uma rede de ativistas em todo o mundo, através do apoio e engajamento de mais de 20 ONGs internacionais e nacionais, como Anistia Internacional, WWF-Brasil, Global Witness, UN Environment, UN Women Rights, Open Society Foundations, Instituto Betty & Jacob Lafer, Rainforest Foundation, 350.org, Instituto Socioambiental, IPAM, IMAZON, Conectas, Justiça Global, ISER, Greenfaith, Oxfam Brasil e APIB.

Para Felicity Von Suck, diretora nacional de diálogo direto do Greenpeace, parceiro técnico da série, “é preciso mostrar que o valor da floresta em pé é maior que o do desmatamento. E que o ativismo vai desde a participação de voluntários em grandes campanhas até a adoção de pequenas atitudes sustentáveis no dia a dia de cada um. Estamos honrados de participar dessa campanha e carregar a bandeira de Aruanas”.

De acordo com a autora Estela Renner, a série é um convite a sonhar com um futuro mais justo e sustentável. É o entretenimento em função de uma causa urgente e importante em todo o mundo, levantando um diálogo global sobre a preservação das florestas e o trabalho dos defensores ambientais. “A série fala de esperança. Porque o medo paralisa, mas a esperança engaja”, finaliza.

“Aruanas é mais do que uma série que fala sobre ativismo. É uma história que vai tocar mentes e corações das pessoas. Uma história que vai engajar e emocionar as pessoas”, complementou Sergio Valente, diretor de Comunicação da Globo.

Escrita por Estela Renner e Marcos Nisti, com a colaboração de Pedro Barros, a série tem direção artística de Carlos Manga Jr. e direção geral de Estela Renner. ‘Aruanas’ é um original Globoplay, com coprodução de Globo e Maria Farinha Filmes. A produção será lançada mundialmente no dia 2 de julho, chegando a mais de 150 países, com legendas em 11 idiomas: inglês, espanhol, francês, italiano, alemão, holandês, russo, árabe, hindi, turco e coreano. A série estará disponível em aruanas.tv, em um ambiente powered by Vimeo, onde poderá ser comprada por US$ 12,90. De julho a outubro, 50% das vendas serão doadas para uma iniciativa (a ser revelada) de proteção da floresta amazônica.


Nenhum comentário