Após não ter sido lembrado nas comemorações dos 50 anos do JN, Celso Freitas declara: “Acho que sou considerado persona não grata”

Celso Freitas / Foto: Divulgaçao RedeTV!

Em entrevista exclusiva ao TV Fama, o jornalista Celso Freitas comenta o fato de não ter sido lembrado nas comemorações dos 50 anos do Jornal Nacional - ele apresentou o noticiário entre 1983 e 1989. “Acho que sou considerado persona não grata. Não gostaria de ter sido convidado e até entendo que não caberia um convite. Mas uma omissão de 32 anos dedicados a uma empresa? Emprestei meu talento”, declara.

Em 2004, trocou a Globo pela Record TV, onde está até os dias de hoje. “Não saí brigado”, revela. Já sobre o contrato com a atual emissora, o profissional comenta: “A minha competência e o meu talento que me deram serviço”.

Nenhum comentário