João Augusto, filho mais velho de Gugu foi quem decidiu pelo desligamento dos aparelhos; entenda

Gugu e Família / Foto: Reprodução Internet.

Gugu Liberato teve sua morte confirmada na noite desta sexta-feira (22) aos 60 anos de idade após sofrer um acidente em sua casa em Windermere, nos arredores de Orlando, nos Estados Unidos. Depois da morte encefálica do apresentador, os seus familiares decidiram doar todos os seus órgãos. Segundo comunicado divulgado pela assessoria de imprensa de Gugu, a doação era uma vontade dele.

Neste sábado (23), QUEM conversou com Esther Rocha, assessora do comunicador, que confirmou que até 50 pessoas poderão ser beneficiadas com os órgãos de Gugu. "Todos os órgãos foram doados. Os médicos do Orlando Health Medical Center falaram que até 50 pessoas podem ser beneficiadas", disse ela.

Segundo Esther, nos Estados Unidos há um sistema bem mais avançado de doação de órgãos, conseguindo, assim, reutilizar muitas partes do corpo que, no Brasil, ainda não se consegue. Só depois da doação é que o hospital poderá dar seguimento aos procedimentos para o velório do corpo do apresentador. A família ainda não divulgou informações sobre o local do velório ou sepultamento, nem do translado do corpo para o Brasil.

Inicialmente, informou-se que o apresentador foi internado na quinta-feira (21) e iria ficar em observação em um hospital local durante 48 horas, mas a gravidade do caso foi confirmado horas depois. Gugu caiu de uma altura de 4 metros ao subir para arrumar o ar-condicionado de sua casa em Windermere, nos arredores de Orlando, onde morava com a família.

A informação da morte era dada como certa desde as 16h desta quinta-feira, mas a assessoria de imprensa do apresentador seguiu negando até que os familiares dele decidissem anunciar a notícia. A confirmação só saiu oficialmente na noite desta sexta (22).

Dona Maria do Céu, mãe dele, viajou para Orlando para acompanhar o caso e chegou ao hospital de cadeira de rodas e foi vista constantemente com as mãos na cabeça, em estado de choque, na recepção do hospital onde o filho segue internado.

Segundo amigos do apresentador, Gugu já estava respirando com ajuda de aparelhos e a decisão de desligá-los seria do filho, pois ele não era casado no papel com Rose Miriam. João Augusto, seu primogênito, por já ter 18 anos já podia tomar a delicada decisão. Os familiares tinham até 48 horas para decidir e, depois disso, o desligamento dos aparelhos poderia ser feito pelo hospital após dois laudos médicos.

No dia 4 de novembro, Gugu chegou a desmentir nas redes sociais um boato de que teria morrido após sofrer um infarto. "Pessoal, alguém publicou que eu tive um infarto. É FAKE, tá? Estou muito bem, obrigado", escreveu no Twitter.

Gugu, batizado Antonio Augusto Moraes Liberato, nasceu em São Paulo em dia 10 de abril de 1959 e é filho de Augusto Claudino Liberato, um caminhoneiro, e Maria do Céu Moraes, uma lavadeira. Ele tem três filhos, João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, 15, frutos de seu casamento com Rose Miriam.

Nenhum comentário