Neste domingo (22), Ana Hickmann chorou ao compartilhar com seus seguidores que está isolada em seu quarto com suspeita de coronavírus. A apresentadora não mantém qualquer tipo de contato com o marido Alexandre Correa nem com o filho Alexandre Junior, de 5 anos. "Estão do lado de fora me entregando água e comida pela porta", revelou.

Muito emocionada, ela explicou durante uma live no Instagram que não seguirá à frente do Hoje em Dia pelas próximas semanas. "Não pude cumprir a quarentena por conta do trabalho de informação que a gente faz no programa e, apesar do nosso esquema de revezamento, não vou poder sair de casa", disse ela.

A ex-modelo começou a sentir os sintomas como calafrios, febre e dores fortes na noite de sábado (21). "Estou em um estado gripal forte, conversei com um médico hoje de manhã e ele não me aconselhou a ir até um hospital fazer o testes para confirmar a suspeita, já que não estou sentindo falta de ar, dor no peito ou insuficiência respiratória", esclareceu.

A comunicadora foi medicada com antitérmicos. Ana ainda orientou as pessoas a também não correrem para o pronto-socorro caso não apresentem uma situação mais grave de saúde. "A orientação é só fazer o exame em quem estiver muito mal, a ponto de ser colocado em um quarto separado. Não tem teste para todo mundo", alertou.

Ela não conteve as lágrimas ao falar sobre a sua família. "A gente acha que é forte para proteger todo mundo, mas não. Estou um pouco emocionada por não poder chegar perto do meu filho. É a parte mais difícil, me sinto impotente", lamentou.

Ao fim da live, ela fez um apelo para que as pessoas cumpram as recomendações para permanecer em isolamento voluntário. "Cuidem-se, vamos orar para que os cientistas tenham a capacidade de encontrar uma vacina, mas precisamos fazer a nossa parte. Quem não fica de quarentena pode colocar os outros em risco", arrematou a artista.