A apresentadora Mariana Ferrão testou positivo para o coronavírus. Ela fez o anúncio durante uma live no YouTube com seu médico, Salim.

"Doutor Salim me recomendou fazer exame do coronavírus e deu positivo. E agora? Estou com coronavírus. O que faço?".

"Você tinha sintomas, dúvidas. Mandamos colher exames. Vou te colocar isolada em casa com ventilação do ambiente, se alimentando bem, sozinha, no quarto, num ambiente da casa, se você tem essa possibilidade. Higine com álcool gel e lavagem de mãos suas e de quem estiver por perto para ajudar. Quem vai te ajudar tem que tomar cuidado para não se contaminar, fazendo higienização o tempo todo com água e sabão ou álcool gel. Você vai esperar uns dez a 14 dias, espero que fique boa, assintomática. Você tem 98% de chance na sua idade. Você não tem problemas de saúde mais sérios, posso confessar porque sou seu médico, nós estamos em público. Não vai acontecer nada. Vai ter que se afastar do seu marido, dos seus filhos. Socialmente, vai ficar isolada, tocando o barco. Tem que pensar em você do ponto de vista pessoal, do ponto de vista familiar e do ponto de vista comunitário, social. O que mais quero é que você não transmita essa doença para ninguém".

"Eu também não quero transmitir para ninguém. Estou isolada em casa desde domingo quando comecei a sentir os sintomas. Único lugar a que fui foi o hospital para fazer o teste. Eu tive muita dor no corpo, muita dor de cabeça, um pouquinho de tosse, falta de ar, calafrios e muita sudorese, muito suadouro", disse ela no vídeo, no último dia 18.

Ana Escobar, médica que participava do "Bem estar" ao lado de Mariana, também participou da conversa e recebeu a notícia do resultado positivo durante a transmissão ao vivo. A apresentadora contou ainda que os filhos, João e Miguel, tiveram vômito e diarreia no período. Ela questionou se os dois poderiam ter contraído o Covid-19. A profissional esclareceu que é pouco provável, pela ausência de problemas respiratórios, mas que não se pode ter certeza. Ana acrescentou ainda que eles não seriam testados porque não fazem parte do grupo de risco, mas lembrou que precisam ficar isolados como a mãe.