Globo não renovou os direitos de transmissão da Fórmula 1 para as próximas temporadas. De acordo com informações, a emissora já está comunicando seus patrocinadores da edição atual de que a competição automobilística, um dos principais produtos de sua grade esportiva, não deve mais ser exibida já a partir de 2021.

Algumas notícias publicadas na imprensa nos últimos meses já levantavam a possibilidade de a Globo deixar de exibir a Fórmula 1. A emissora vinha negociando com a Liberty Media, proprietária dos direitos, a renovação do contrato, que termina em 2020. A Globo chegou a fazer a proposta de uma revisão dos valores pelos direitos de transmissão, mas as duas partes não chegaram a um acordo. Procurada pela reportagem, a Globo ainda não respondeu sobre o assunto.

Caso a situação com a Liberty Media não seja revertida, será a primeira vez que a Fórmula 1 não estará presente na grade da emissora em muitos anos. A Globo exibiu a primeira prova da competição em 1972 e, desde então, passou a transmitir continuamente a competição, com exceção de algumas provas por conta de conflitos de calendário ou, por situações atípicas. Com o passar dos anos, o esporte foi se tornando um dos principais produtos esportivos da TV.

A temporada de 2020 da F1, no entanto, foi impactada pela pandemia da Covid-19, que obrigou a organização a rever o calendário para ampiar as medidas de segurança em relação aos atletas e equipes. Inicialmente prevista para começar em março, a temporada só deu a largada em julho e concentrou a maior parte das provas no continente europeu. Nessa revisão, o Grande Prêmio do Brasil, marcado para novembro, acabou saindo do calendário da F1 de 2020.


Patrocinadores


O pacote de transmissão da Fórmula 1 na Globo sempre foi um dos mais valiosos do mercado publicitário brasileiro. Para a temporada de 2020, Cervejaria Petrópolis, Nivea, Renault, Santander e TIM fecharam um acordo com a emissora para patrocinar as transmissões das provas, adquirindo, cada uma, uma cota de patrocínio com valor de tabela de R$ 98,950 milhões. Todos esses anunciantes já eram patrocinadores da Formula 1 no ano anterior, que teve, também, a presença da Net (Claro). A operadora, no entanto, não renovou o acordo para a temporada de 2020.

Profissionais do mercado publicitário costumam destacar que um dos maiores atrativos do pacote da Fórmula 1 é a entrega de mídia que ele proporciona ao longo de todo o ano. Além de aparecem nas provas, as marcas apoiadoras também são citadas em toda a programação da Globo, sempre em que é exibida alguma reportagem relacionada à competição.

A exibição das provas da temporada 2020 seguem normalmente na grade do Globo. Neste domingo, 30, será exibido o Grande Prêmio da Bélgica.



Curta nossa página