Taís Lopes, uma das jornalistas que a CNN Brasil tirou da Globo, acabou pedindo demissão do canal de notícias. A saída já valerá a partir desta semana e foi aceita pela chefia da emissora.

A âncora era um dos principais nomes da TV Verdes Mares, afiliada da Globo no Ceará, e chegou a apresentar uma edição especial do "Jornal Nacional" no ano passado. Ela estava na CNN desde a estreia, em março, e ficou apenas nove meses no ar.

A notícia foi dada pela própria apresentadora em seu Instagram. Veja abaixo o texto publicado:

"Decidi me desligar da CNN Brasil, após um ano de vínculo profissional. Não foi uma decisão fácil. Todas as escolhas que fiz até aqui sempre exigiram um tanto de coragem. Coragem para mudar - de emprego, de cidade, de estado, decidir morar longe da família e amigos. Coragem para apostar em um projeto novo que ainda ia sair do papel", afirmou.

Ao longo desses nove meses, Taís passou por vários programa da casa, como "Agora CNN", "Jornal da CNN", "Visão CNN", "CNN Todos Juntos" e "América Decide".

Segundo informou o jornalista Fefito colunista do UOL, a dança das cadeiras não agradou a profissional, que, sutilmente, fala sobre o assunto em seu post de despedida: "Minha conduta profissional sempre foi pautada pelo total empenho, clareza e cuidado. Nessa dinâmica, confiamos receber o mesmo, para que todos possam desempenhar seus trabalhos no melhor ambiente e condições possíveis. Opto por me desligar em consonância com o que acredito e defendo".

Em outubro, Taís foi uma das apresentadoras da casa a contrair o novo coronavírus (Covid-19) durante o trabalho e se afastar por alguns dias do vídeo.



Curta nossa página