A pandemia de covid-19 interrompeu as gravações de Gênesis, novela da Record TV, que estreia no dia 19 de janeiro. Foram 7 meses de intervalo até que elenco, direção, produção e toda equipe da nova superprodução bíblica pudessem voltar ao trabalho com segurança, no dia 20 de outubro.

Para a retomada, a emissora adotou protocolos de segurança para evitar a disseminação do vírus e a contaminação. Entre as novas práticas adotadas, há máscara com cores diferentes por setor, álcool gel, divisórias de acrílico e distanciamento social.

A cada 14 dias os artistas são submetidos a testes da doença para dar o máximo de segurança. Uma reportagem produzida pelo Jornal da Record mostrou que um laboratório foi montado nos estúdios de gravações da emissora, no Rio de Janeiro, a fim de agilizar os resultados dos testes.

"Isso dá um conforto pra gente voltar a trabalhar tendo essa segurança, porque é um momento do mundo", declarou Pablo Morais em entrevista ao jornalístico.

Vicky Valentim também falou em entrevista ao R7.com sobre as mudanças no retorno às gravações e comentou sobre as medidas adotadas pela emissora: "A Record tomou todos os cuidados possíveis, com uso de máscaras, essa preocupação com a distância, o contato... A gente fez testes a cada dois dias, a Record está com um apoio muito grande. É tudo bem diferente de como estava sendo e está todo mundo se adaptando a isso".



Higienização supervisionada

Nos corredores dos estúdios, funcionários com equipamento especializados circulam a todo tempo para higienizar bancos, portas, lavabos, estúdio, itens dos cenários.

Os atores também tiveram de se adaptar e agora precisam vestir os figurinos sozinhos, cada um em seu respectivo camarim. Além disso, a maquiagem é feita separadamente com itens individuais.

Vale reforçar que todos os protocolos adotados são coordenados e supervisionados pela infectologista Vera Isserlin.

'Gênesis' conta com cenas em SP, RJ, Minas, RS e no Marrocos.




Curta nossa página