Em novo boletim divulgado hoje, os médicos responsáveis pelo tratamento de Paulo Gustavo afirmam que o quadro dele é irreversível.


"Após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante. Apesar da irreversibilidade do quadro, o paciente ainda se encontra com sinais vitais presentes."


Paulo Gustavo está internado com covid-19 desde o dia 13 de março.


Curta nossa página